Home Quixadá Morre o médico e ex-prefeito de Quixadá, Everardo Silveira

Morre o médico e ex-prefeito de Quixadá, Everardo Silveira

Morreu nesta terça-feira, 20, o médico e ex-prefeito de Quixadá, José Everardo Silveira, aos 88 anos. Ex-deputado estadual, Dr. Everardo estava debilitado devido a um problema de saúde que enfrentava há algum tempo. Internado em um hospital de Fortaleza, ele não resistiu e faleceu nesta manhã.

Everardo era pai do prefeito de Quixadá, Ricardo Silveira, que confirmou o falecimento através de suas redes sociais. “Meus queridos irmãos, com sentimento de muita dor e tristeza, mas em respeito a todos aqueles que gostam e admiram nossa família, venho comunicar que meu pai Everardo Silveira fez sua passagem para a eternidade e descansou no Senhor. Hoje despeço-me da minha maior referência de homem, profissional e político, aquele que foi minha maior fonte de inspiração para ingressar na medicina e na política”, disse o gestor quixadaense.

Ricardo mencionou ainda a história, legado e humildade que Everardo deixou por onde passou. “Meu querido pai Everardo Silveira parte para a eternidade mas deixa para nós o seu legado de humildade, generosidade e amor ao próximo, fazendo da simplicidade e da caridade, suas maiores virtudes”.

Everardo deixa a esposa Marilaque e seis filhos: Everardo Filho, Ricardo Silveira, Amilcar Silveira, Raphael Silveira, Eloísa Silveira e Elisa Silveira. Ainda não há informação sobre o velório e sepultamento do médico.

História e política

Embora tenha dedicado boa parte de seu esforço ao município de Quixadá, Everardo não é natural da cidade. Nasceu em Baturité, município vizinho, em 1935. Ingressou em Medicina na Universidade Federal do Ceará em 1956, terminando os estudos e recebendo o diploma de médico em 1961.

Everardo tem um longo currículo na esfera política em se tratar de Sertão Central. Foi o oitavo prefeito eleito da cidade de Quixadá. Tendo em consideração o tempo em que existia nomeação para o cargo maior de chefia do município e ainda as escolhas independentes que tiveram início na cidade em meados do século XIX. O doutor pertenceu ao antigo Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Governou Quixadá durante o biênio (1971/1973).

O médico continuou inserido nas causas da política local até chegar a ser deputado estadual, pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Esteve como parlamentar por quatro legislaturas, de 79 à 82; 83 à 86; 87 à 90 e 91 à 94. Na Assembleia passou pelos governos de Adauto Bezerra, Virgílio Távora, Gonzaga Mota e Tasso Jereissati.

Foi membro das Comissões de Educação, Saúde e Justiça. Exerceu em legislaturas distintas, os cargos de 2° Vice-Presidente (87/88) e de 3° Secretário da Assembléia Legislativa. Por ocasião dos trabalhos de elaboração da Constituição do Estado do Ceará, em 1989, atuou como Relator Geral e presidiu a Comissão de Sondagem e Propostas.

Como se não bastasse, após seu último mandato como deputado, Everardo enfrentou mais uma eleição, e desta vez não no município de Quixadá, mas sim em Ibaretama, terra que ajudou a emancipar quando estava na Assembleia Legislativa. Exerceu o cargo de vice-prefeito daquela cidade entres os anos de 2001 à 2004.

Como deputado conseguiu importantes benefícios para Quixadá e região, dessas destacam-se: o asfalto de Quixadá ao Triângulo, até Itapiúna, até a Serra do Estavão, o do Cedro, a Rodoviária, a reforma do Mercado Público, a Faculdade Estadual (polo da UECE), estradas em vários Distritos, e várias ligações de energias.

Nota

Em nota, o diretor-presidente do Sistema Maior de Comunicação, Sérgio Machado, lamentou a morte de Everardo. “É com esta matéria, relembrando uma edição produzida pelo Jornal Sertão, que em nome de toda a minha família, solidarizo-me com dona Marilaque e os filhos Amilcar, Everardinho, Ricardo, Rafael e Heloísa. Que tenham força e conforto nesse momento triste, sabendo que o legado deixado pelo Dr. Everardo continuará na memória e na história de todos aqueles que com ele conviveram”.

Repórter Ceará (Foto: Arquivo/SMC)

1 comentário.

  1. Não nos conformamos, com o falecimento de qualquer pessoa amiga, (apesar de ser natural e, também, muito comum, esse acontecimento). Falo sobre o ilustre amigo e conterrâneo de todas as épocas (falecido hoje), principalmente sendo filho de minha terra, a conceituada cidade de Baturité, minha terra natal. Falo do emérito médico humanitário, político e grande benfeitor da progressista cidade de Quixadá – o Dr. Everardo Silveira, onde se radicou por vários anos.
    Conheci o jovem Everardo Silveira, quando eu residia em Baturité, nos anos 50 até 1955, quando ele estudava em Baturité, como aluno do Ginásio Salesiano Domingos Sávio, o estabelecimento educacional de Baturité, que todos os filhos desta terra progressista e boa, tinha o direito de estudar e se educar.
    Lamento profundamente, (apesar de não tê-lo mais visto) o falecimeto desse grande e conceituado médico, que trouxe para Quixadá, o progresso da medicina e também, o progresso de grandes obras, para esse grande município, quando foi Deputado Estadual, por duas legislaturas e também, como Prefeito Municipal.
    O que tem de progresso em Quixadá, foi tudo conseguido pelo Dr. Everardo – um grande Hospital bem equipado, Postos de Saúde em todos os Distritos de Quixadá, Praças Públicas, Ruas asfaltadas no centro da cidade e na periferia; foram obras executadas pelo Dr. Everardo Silveira, que comprova que foi um grande administrador e um grande médico, defensor da causa pública, principalmente relacionada à Saúde dos quixadáenses.

    Aos familiares do grande médico Dr. Everardo, envio os meus pêsames, por considerá-lo um grande amigos de todos, tanto de Baturité, como de Quixadá.

    Cordialmente:
    Hugo Moreira Pinheiro (baturitéense)
    Servidor Aposentado do DNOCS
    Fortaleza-CE.

Deixe seu comentário:

Please enter your comment!
Please enter your name here