Home Sérgio Machado 1 Minuto com Sérgio Machado: Início de ano mais violento no Ceará

1 Minuto com Sérgio Machado: Início de ano mais violento no Ceará

Os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará mostram que o início de 2024 foi o mais violento desde 2021. Entre 1º e 20 de janeiro deste ano, foram registrados 183 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), um aumento de 11,5% em relação ao mesmo período de 2023.

Esses números são preocupantes e demonstram que a violência no Ceará continua sendo um problema grave. É importante destacar que o CVLI é um indicador que inclui homicídios dolosos, latrocínios e lesão corporal seguida de morte.

O aumento da violência no Ceará é um reflexo de uma série de fatores, como a desigualdade social, a falta de oportunidades e a presença de organizações criminosas. Para enfrentar esses problemas, é preciso adotar uma abordagem integrada, que inclua ações de segurança pública, educação, saúde e assistência social.

É necessário fortalecer políticas públicas já existentes, como o sistema de inteligência da Polícia Civil do Ceará, que é considerado um dos mais avançados do Brasil, mas ainda precisa investir na capacitação dos agentes de inteligência e na modernização dos sistemas de informação; o fortalecimento do policiamento comunitário para prevenir violência e resolver conflitos; e a reinserção social de egressos do sistema prisional para reduzir a reincidência criminal.

E também investir em novas táticas, como a criação de uma força-tarefa para combater as organizações criminosas, com a participação das polícias civil e militar, do Ministério Público e da Justiça; o uso da inteligência artificial para a prevenção e o combate à violência, identificando padrões de criminalidade e rastreando criminosos; e a promoção da cultura da paz para reduzir a violência a longo prazo, com ações de educação e conscientização.

Foto: Darley Melo

Deixe seu comentário:

Please enter your comment!
Please enter your name here